DRA RENATA GIL PARTICIPA DO MULHERAÇOS CONTRA A VIOLÊNCIA

PRIMEIRA MULHER A PRESIDIR AMB E MENTORA DA CAMPANHA SINAL VERMELHO PARTICIPA DO MULHERAÇOS CONTRA VIOLÊNCIA

Primeira mulher a presidir a AMB, Renata Gil é mentora da campanha de denúncia nas farmácias “Sinal Vermelho contra a violência doméstica”. É uma mulher que preside a maior e mais influente entidade representativa de juízes e desembargadores do mundo, a Associação de Magistrados Brasileiros (AMB). A juíza Renata Gil lidera os mais de 14 mil associados e é uma das convidadas do evento “MULHERAÇOS CONTRA A VIOLÊNCIA”, dentro da programação da terceira edição do encontro “Elas fazem e acontecem”,  no dia 15 de agosto, com transmissão ao vivo pelo canal do YouTube do MULHERAÇO BRASIL a partir das 8h.

IDEALIZAÇÃO DA CAMPANHA SINAL VERMELHO

À frente da AMB desde 2019, Renata Gil é mentora da campanha de denúncia em farmácias “Sinal Vermelho contra a violência doméstica”, lançada em junho, durante a pandemia. A Campanha Sinal Vermelho foi idealizada em conjunto com o Conselho Nacional de Justiça e tem parceria com Associação Brasileira de Farmácias. A ação será tema de debate no talk show “Todos Juntos Contra a Violência”.

Em uma live realizada no mês de julho, a juíza Renata Gil enfatizou a importância da campanha e explicou que “o enfrentamento permanente ao crime depende do envolvimento dos órgãos de Segurança Pública de todo o País, e a ‘Sinal Vermelho’, de alcance nacional, busca também ajudar na articulação da rede de apoio às vítimas”

O Mulheraço Brasil participou da ação incentivando mulheres e homens a fazerem o X Vermelho na mão e fotografar para divulgação nos seus meios de comunicação. 

O CURRÍCULO DESSA MULHERAÇO

Renata Gil foi a primeira mulher a disputar a presidência da AMB, eleita com a maior votação da história. Mas esta não foi sua estreia como pioneira: ela também foi a primeira mulher a concorrer e presidir por dois mandatos a Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro (AMAERJ), a primeira juíza brasileira a avaliar um país no Grupo de Ação Financeira da América do Sul contra a Lavagem de Dinheiro e o Financiamento do Terrorismo, a primeira juíza estadual a participar da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (ENCCLA) e ainda idealizou no Rio de Janeiro a Central de Assessoramento Criminal (CAC) – iniciativa reconhecida como modelo pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A juíza também faz palestras em cursos para membros do sistema de Justiça em Angola sobre o combate à corrupção e à lavagem de dinheiro. Como titular da 40ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), ao longo da carreira atuou em casos de grande repercussão como o da herança da Mega Sena (2007) e a Operação Propina S/A (2008/2009), que envolveu empresários, políticos e fiscais de renda.

Em 2018, ganhou o prêmio Diploma Mulher-Cidadã Carlota Pereira de Queirós da Câmara dos Deputados.

PARTICIPAÇÃO NO MULHERAÇOS CONTRA A VIOLÊNCIA

A Presidente da Associação dos Magistrados do Brasil é convidada especial no talk show: “Todos Juntos Contra a Violência” para explanar a Campanha Sinal Vermelho.

O conteúdo completo do MULHERAÇOS CONTRA A VIOLÊNCIA já está disponível no canal do youtube Mulheraço Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *